Fábrica de aviões vai gerar 150 empregos em Sobral com alto valor agregado

A fábrica de aviões da Octans Aircrafts, em prospecção para ser construída em Sobral, deverá gerar, na fase de operação, 150 empregos diretos de alto valor agregado. A quantidade de vagas indiretas pode ser de três a quatro vezes este número, de acordo com Francisco Rabelo, presidente da Adece (Agência de Desenvolvimento do Ceará).

“A qualidade desses empregos é muito importante. Nas nossas análises, estamos sempre pensando nisso. São vagas de boa qualificação, com bons salários. Um projeto desse porte representa transferência de tecnologia. Isso nos permite voos mais altos”, diz Rabelo a esta Coluna.

ESTUDO DE AVALIAÇÃO

A Adece participa do processo de atração do investimento realizando estudos de avaliação econômico-financeira e estruturando a participação societária do empreendimento, que poderá ter a própria Agência como uma das acionistas.

“Nossa contribuição é nesse sentido. Nós usamos esses parâmetros para ter uma governança desse projeto e também uma busca por parceiros estratégicos”, explica Rabelo.

O investimento estimado para a indústria de aviões de pequeno porte é de R$ 300 milhões, mas os valores podem variar após os estudos, que devem ser concluídos nos próximos meses.

A Octans e o Estado ainda acertam pendências para firmar o negócio, a ser instalado na área do novo Aeroporto de Sobral.

Hoje, a Octans Aircraft produz, em São João da Boa Vista (SP), o Cygnus, um monomotor com cinco lugares e certificação iBR 2020 emitida pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). O avião tem 12.20 metros de envergadura, 9.40m de comprimento e 3.10m de altura.

Fonte: Diário do Nordeste

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.