Grendene zera as emissões na produção de calçados

Graças ao uso exclusivo de energia renovável em suas operações, a Grendene diminuiu em 4% suas emissões totais em 2021, em relação a 2020. A empresa alcançou uma intensidade de emissões de 1,4 kgCO2 por par de calçado, volume 14,5% menor que no período anterior. Com a redução completa das emissões de escopo 2, a Companhia comprova que o rastreio de toda a energia elétrica tem origem em fontes renováveis pela certificação I-REC (Renewable Energy Certificate).

O desempenho é resultado de mais de dez anos da Jornada pela Sustentabilidade, criada para contribuir com a sustentação dos negócios a longo prazo e para um futuro mais responsável, priorizando a atenção aos impactos que nossos processos geram ao planeta e às pessoas. Os dados estão apresentados na terceira edição do relatório de sustentabilidade da empresa.

O relatório também traz dados referentes à Avaliação do Ciclo de Vida (ACV) dos produtos, que analisa o ciclo de produção e a oferta de um produto, desde a extração da matéria-prima, passando pelo processo industrial, até a expedição. Os estudos da Universidade do Vale do Rio dos Sinos – Unisinos mostram que a Grendene tem o melhor desempenho ambiental sobre consumo de água, emissões de gases de efeito estufa e consumo de energéticos quando comparada a outras indústrias calçadistas, sob as mesmas condições avaliadas.

No que se refere ao pós-consumo, os produtos da companhia têm maior facilidade de desmontagem, por conta dos materiais utilizados e da menor quantidade de componentes, o que agiliza o processo de triagem e separação, beneficiando o processo de reciclagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.