Bolsonaro “admitiu derrota” em reunião com embaixadores

Membros da coordenação da campanha à reeleição de Jair Bolsonaro criticaram duramente, nos bastidores, a reunião com embaixadores nessa segunda-feira (18/7) na qual o presidente voltou a questionar a segurança das urnas eletrônicas e a criticar ministros do STF.

Na avaliação de integrantes da campanha, o encontro não só foi “inócuo” do ponto de vista eleitoral como passou uma ideia de “confissão de derrota”. “Ele falou para a bolha e passou para o eleitorado a impressão de que sabe que vai perder a eleição”, resumiu à coluna um dos coordenadores.

A reunião frustrou até mesmo alguns integrantes do próprio governo. A avaliação desses ministros e auxiliares presidenciais é de que o presidente criou uma expectativa de que divulgaria alguma novidade sobre possível “fraude” nas urnas, mas acabou apresentando “mais do mesmo”.

Fonte: Blog Sobral de Prima

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.