Nota de R$ 100 perdeu 86,09% de seu poder de compra

Após 28 anos de Plano Real, a nota de R$ 100 perdeu 86,09% de seu poder de compra. Quando se desconta a inflação, ficam apenas R$ 13,91 para do montante original. As informações são do portal G1.

A inflação entre julho de 1994 e junho de 2022 está acumulada em 653,06%. Com isso, o consumidor ter hoje o mesmo poder de comprar que em 1994, ele teria que desembolsar R$ 748,04.

O Plano Real surgiu em 1994, numa tentativa de colocar fim a instabilidade monetária e inflação descontrolada herdada do Regime Militar (1964-1985). Naquela época, os índices inflacionários podiam chegar a 5.000% ao ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.