Candidatos a governador do Ceará vão poder gastar até R$ 17,3 milhões nas eleições 2022

Os candidatos terão verba e limites bastante onerosos para as eleições 2022. Conforme determinação do Tribunal Superior Eleitoral, que define as regras da disputa eleitoral, candidatos a governador do Ceará vão poder gastar até um total de R$ 17,3 milhões, caso haja o segundo turno.

No primeiro turno, o limite é R$ 11.562.724; se a disputa seguir para o segundo turno, o limite adicional é de R$ 5.781.362.

O dinheiro é repassado aos partidos por meio do fundo eleitoral, dinheiro obtido por meio de valores arrecadados do contribuinte, ou por meio de doações.

O TSE também definiu os valores que poderão ser gastos pelos candidatos a Senador, Deputado Estadual e Deputado Federal

  • Senador: R$ 4.447.201,54
  • Deputado federal: R$ 3.176.572,53
  • Deputado estadual: R$ 1.270.629,01

Regras de financiamento

A partir de 2018, os recursos disponíveis para campanhas eleitorais passaram a ter origem em quatro fontes principais:

  • Fundo Especial de Financiamento de Campanha, também conhecido como Fundo Eleitoral;
  • Fundo Partidário, repasse realizado anualmente para manutenção dos partidos;
  • Recursos dos próprios candidatos;
  • Doações de pessoas fiscais.

Antes, também era possível receber recursos de empresas, mas, em 2015, o Supremo considerou inconstitucional esse tipo de doação.

Entre os gastos eleitorais previstos em lei estão a confecção de materiais impressos, aluguel de veículos, transporte, entre outros.

Os candidatos devem prestar contas à Justiça Eleitoral com os respectivos comprovantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.