Mais pacientes jovens e graves ocupam UTIs

Médicos relatam uma mudança no perfil dos pacientes nas UTIs, no momento em que o aumento de casos de Covid-19 provoca lotação em hospitais públicos e privados do país. Em geral, estão chegando pessoas mais jovens, entre 30 e 50 anos, mais graves e que demandam mais tempo de terapia intensiva.

Ficam, em média, de dois a cinco dias a mais na UTI em relação aos pacientes com Covid internados nos primeiros meses da pandemia, o que prejudica o giro de leitos. Alguns serviços já registram mais pacientes nas UTIs do que nas enfermarias, sugerindo maior gravidade dos casos.

Fonte: Folha.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.