Promessa para Bolsonaro não é divida

Quando eleito presidente em 2018, Bolsonaro prometeu isenção do Imposto de Renda para quem ganhasse até R$ 5 mil reais por mês. Muita gente achou loucura na época, mas por incrível que pareça, a conta fazia sentido:

Se a gente entender que a inflação faz nosso dinheiro valer menos, ano após ano, faz sentido a gente também reajustar a renda mínima pra quem paga imposto, certo? Desse jeito, se você ganha pouco e não vai ter aumento, ao menos você paga menos imposto também e consegue dar uma equilibrada nas contas.

Promessa é dívida? Não para o presidente. Corrigindo os valores pela inflação, quem ganha até R$ 4.469,02 estaria isento do imposto. No entanto, o Congresso ainda discute uma isenção só para quem ganha até R$ 2,5 mil.

O último ano em que esse reajuste no Imposto de Renda aconteceu para poupar quem ganha menos foi 2015.

Enquanto isso, os mais pobres vão pagar novamente a conta, com o dinheiro valendo hoje muito menos do que valia no início do ano passado.

Fonte: Folha de São Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.