Bolsonaro diz que não há mortes de crianças que justifique vacina emergencial para Covid

💉 Nesta véspera de Natal, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que o número de mortes de crianças por covid-19 no Brasil não pede vacinação. “Não está havendo morte de criança que justifique algo emergencial”, disse em entrevista a jornalistas no Palácio da Alvorada.

Estatísticas do Ministério da Saúde mostram que uma criança entre 5 e 11 anos morreu a cada 2 dias por covid-19 desde o início da pandemia. Conforme o Sistema de Informações sobre Mortalidade do Ministério da Saúde, ao menos 1.148 crianças de 0 a 9 anos morreram de covid no Brasil desde o início da crise. O número supera o total de mortes infantis por doenças com vacinas existentes.

“É pai que decide, em primeiro lugar. Eu não quero determinar nada para a saúde”, completou o presidente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.