Ecos da Lava Jato

A presidente do Tribunal de Justiça do Ceará, Maria Nailde, decidiu abrir um procedimento para averiguar se o juiz Francisco das Chagas, de Fortaleza, pode ser promovido a desembargador numa vaga a ser preenchida pelo critério da antiguidade. Chagas é o juiz mais antigo em atividade no Ceará. Mas, para Nailde, ele não poderia ser tornar desembargador porque já foi alvo de censura no passado. Não há precedente na história em que casos de censura barraram a ascensão de um magistrado. Maria Nailde já está sendo conhecida como a “Moro” de saia do Ceará.

Fonte: Metrópoles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.