Confira como fica a composição da Assembleia Legislativa do Ceará após o fechamento da janela partidária

Com o fim da janela partidária, a composição dos partidos na Assembleia Legislativa do Ceará foi alterada. Enquanto o PDT se manteve com a maior bancada, o PT agora ocupa a vice-liderança no número de parlamentares, com as entradas de Augusta Brito, Nizo Costa e Júlio César Filho. PCdoB, PSB e Cidadania foram os partidos que saíram enfraquecidos com essa mudança na base governista.

O MDB liderado no Ceará pelo ex-senador Eunício Oliveira perdeu Walter Cavalcante para o PV, mas trouxe Nelinho Freitas, oriundo do PSDB e Audic Mota, que vem do PSB. No ‘Progressistas’, entraram Zezinho Albuquerque e João Jaime, enquanto no PSD, Fernando Hugo e Lucílvio Girão migraram para a sigla comandada por Domingos Filho.

O União Brasil, principal partido de oposição ao grupo governista liderado por Camilo Santana e os irmãos Ciro e Cid Gomes receberam a adesão de vários parlamentares: Fernanda Pessoa, Soldado Noélio, Tony Brito e Heitor Férrer.

O PL, partido do presidente Jair Bolsonaro, recebeu as filiações de André Fernandes e Delegado Cavalcante. O Republicanos ganhou o reforço do Apóstolo Luiz Henrique, enquanto Gordim Araújo se filiou ao PSDB.

Tamanho das bancadas

O PDT tem 12 deputados estaduais, enquanto o PT tem 7, se tornando a segunda maior bancada da casa. O MDB está na 3ª colocação, com 5. Depois, vem o ‘Progressistas’, com 4, mesma quantidade do União Brasil, enquanto o PL, tem 3. O PSD está com 3 parlamentares, enquanto o Republicanos tem 2. O Psol permanece com 1 deputado e o PV ganhou 1, assim como o PSDB, que teve duas baixas. PCdoB e Solidariedade também estão com 1 parlamentar, respectivamente.

Fonte: Ceará Agora

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.