Além de Viagra, Exército compra próteses penianas

Depois de pedir explicações ao Ministério da Defesa sobre a compra de comprimidos de Viagra genérico para as Forças Armadas, o deputado Elias Vaz e o senador Jorge Kajuru querem submeter à apuração do Tribunal de Contas da União e ao Ministério Público Federal a compra aprovada pelo Ministério da Defesa de 60 próteses penianas infláveis para hospitais do Exército.

De acordo com Vaz, o valor individual das próteses varia de R$50 mil a R$60 mil, sendo o montante total das aquisições R$3,4 milhões. As informações foram obtidas pelo parlamentar no Portal da Transparência e no Painel de Preços do governo federal, que, segundo os parlamentares, mostram três pregões homologados em 2021 para aquisição de próteses penianas infláveis de silicone.

De acordo com o Centro de Comunicação Social do Exército, foram adquiridas apenas três próteses penianas pelo Exército Brasileiro, em 2021, para cirurgias de usuários do Fundo de Saúde do Exército e não 60. “É atribuição do Sistema de Saúde do Exército atender a pacientes do sexo masculino vítimas de diversos tipos de enfermidades que possam requerer a cirurgia para implantação da prótese citada”, diz a nota.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.