Ciro Nogueira manda e demanda nas corrupções no Governo Bolsonaro

DINHEIRO DO MEC 💸🏫 Controlado pelo ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) autorizou a construção de 52 ‘escolas fake’ no Piauí, abandonando 99 obras de colégios, creches e quadras poliesportivas que estavam em andamento no Estado. A maior parte dos contratos para as obras foi fechada com prefeituras comandadas pelo Progressistas, partido do qual o ministro é presidente nacional licenciado.

Os números mostram que o ministro de Jair Bolsonaro usa dinheiro da educação para turbinar a campanha eleitoral de aliados no seu reduto eleitoral. Entre as candidaturas está a da sua ex-mulher Iracema Portella. O #Estadao revelou que o esquema é operado no FNDE, presidido por Marcelo Ponte, ex-chefe de gabinete do ministro. Apesar de haver 3,5 mil obras paradas, o governo preferiu dar prioridade à construção de 2 mil novas escolas, mas repassando recursos insuficientes para sua execução.

O Ministério Público junto ao Tribunal de Contas da União (TCU) pediu a abertura de uma investigação sobre o descumprimento às leis orçamentárias apontado na reportagem. Procurados, Nogueira e o FNDE não se manifestaram.

Fonte: Jornal Estado de São Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.