Decisão do STF mantém inelegibilidade do casal Vaulino em Camocim

O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitou recentemente uma ação que trata do tempo de inelegibilidade em casos de condenação definitiva pela Lei da Ficha Limpa.

A maioria dos ministros votou no sentido de que o tema já foi debatido pelo STF no passado recente e que os argumentos apresentados pela legenda não justificariam uma nova análise do caso.

Em Camocim, por exemplo, com a decisão, políticos fichas sujas como Chico Vaulino e Euvaldete Ferro, seguem inelegíveis. No caso de Euvaldete, todos os votos obtidos na última eleição, em novembro de 2020, foram anulados pela Justiça Eleitoral, deixando ela inapta a concorrer a qualquer cargo público. Euvaldete é ficha suja por conta de irregularidades praticadas quando esteve à frente do Fundo de Assistência Social.

Já Chico detém o recorde de político com o maior número de contas desaprovadas à frente de uma prefeitura no Ceará. Ao todo foram 7, dos 8 anos em esteve à frente da administração de Camocim. Ele tem ainda em sua ficha uma condenação por desvio de verba federal e dezenas de ações judiciais que aguardam possíveis novas condenações.

Fonte: Camocim Online

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.