Bolsonaro está destruindo o poder de compra do salário mínimo do trabalhador brasileiro

Jair Bolsonaro vai terminar seu mandato em dezembro de 2022 como o primeiro presidente, desde o Plano Real, a deixar o salário mínimo valendo menos do que quando entrou. Nenhum governante neste período, seja no primeiro ou segundo mandato, entregou um mínimo que tivesse perdido poder de compra.

O piso salarial cairá de R$ 1.213,84 para R$ 1.193,37 entre dezembro de 2018 e dezembro de 2022, descontada a inflação.

Dois fatores explicam a perda inédita: um deles é que os reajustes no piso do salário mínimo impactam uma série de outras despesas, como benefícios sociais e gastos com Previdência. No Brasil, cerca de 64% dos aposentados e pensionistas recebem apenas um salário mínimo.

O outro fator é a inflação, que cresce em ritmo acelerado. Há três anos, não há reajuste do piso salarial acima da inflação. Como os índices de preços estão ficando mais altos de um ano para o outro, o poder de compra do salário mínimo cai cada dia mais.

A gente vai repetir: desde que o Real é a nossa moeda, Bolsonaro é o PRIMEIRO presidente que vai terminar um mandato com o salário mínimo valendo MENOS do que quando ele entrou.

Fonte: Jornal O Globo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.