TRE-CE cassa mandatos de prefeito e vice de Nova Russas, e torna inelegível o deputado federal Júnior Mano

O Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) decidiu, na sexta-feira, 20 de maio, pela cassação dos gestores de Nova Russas, a prefeita Giordanna Mano (PL), e o vice-prefeito Anderson Pedrosa (PMN). A Corte entendeu que houve abuso de poder político e captação ilícita de votos durante as eleições de 2020.

O tribunal definiu ainda que a prefeita e o deputado federal Júnior Mano (PL), marido da gestora, fiquem inelegíveis por oito anos. Ainda cabem recursos ao TRE e ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O presidente do TRE-CE, desembargador Inácio Cortez, foi um dos que votou pelo reconhecimento de abuso de poder político e pela perda dos mandatos para os ocupantes dos cargos de prefeito e vice. Ele também foi favorável à inelegibilidade da prefeita e do deputado pelo prazo de oito anos, a contar das eleições de 2020; A decisão não afeta o atual mandato do deputado Júnior Mano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.