Deputados defendem Evandro Leitão governador

Um grupo de deputados aposta na hipótese do presidente da Assembleia, Evandro Leitão, furar o bloqueio e se viabilizar para assumir o governo do Ceará e comandar a sucessão de Camilo Santana. Habilidoso, Evandro Leitão diz que é candidato à reeleição da presidência da Assembleia e a renovar o mandato de deputado estadual.

Fonte: Blog do Roberto Moreira

Bolsonaro volta a atacar as urnas eletrônicas e diz que poderá não disputar a eleição

O presidente Jair Bolsonaro voltou a fazer ameaças e a lançar suspeitas contra o sistema eleitoral, na segunda-feira (19), sem apresentar qualquer evidência. Bolsonaro disse não acreditar que a proposta de voto impresso seja aprovada na Câmara e chegou a sugerir que, se o sistema eletrônico de votação não for substituído, pode abrir mão de concorrer à reeleição, em 2022.

“Eu entrego a faixa para qualquer um, se eu disputar a eleição. Se eu disputar, eu entrego a faixa para qualquer um, mas numa eleição limpa. Agora, participar de uma eleição com essa urna eletrônica…”, disse ele. Bolsonaro lançou ataques nas duas vezes em que interagiu com apoiadores, nesta segunda. “Quem for contar o voto não pode ser aqueles que tiraram o Lula da cadeia.”

Há exatamente uma semana, ele havia se reunido com o presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Luiz Fux, e ouvido pedidos para que cessasse ataques ao Tribunal Superior Eleitoral. No Alvorada, uma apoiadora perguntou se o presidente estava desanimado. Bolsonaro respondeu que, na verdade, está “sem paciência”.

Fonte: Estadão

Bolsonaro é pressionado a trocar Ramos e Onyx para acalmar Senado

O presidente Jair Bolsonaro tem sido pressionado pelo Centrão a mexer na articulação política do governo e a substituir os ministros Luiz Eduardo Ramos (Casa Civil) e Onyx Lorenzoni (Secretaria-Geral). Um dos nomes cogitados para a cadeira de Ramos é o do senador Ciro Nogueira (PI), presidente do Progressistas. Aliados do governo avaliam que Bolsonaro precisa contemplar o Senado, principalmente agora quando está acuado pela  Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid.

A possível entrada de Ciro no governo, no entanto, é vista como uma manobra arriscada até mesmo por seus pares. Motivo: ele comanda o principal partido da base aliada e Bolsonaro nunca poderia demiti-lo, sob pena de perder apoio. Para o lugar de Onyx um nome citado é o do senador Davi Alcolumbre (AP), que também é do DEM.

Além de abrigar a CPI da Covid, o Senado também vai avaliar em agosto, após o recesso parlamentar, a  indicação do advogado-geral da União, André Mendonça, para ocupar uma cadeira no Supremo Tribunal Federal. Alcolumbre preside a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), onde Mendonça será sabatinado, e tem mostrado resistências à indicação dele para a vaga no Supremo.

Dirigentes do Centrão avaliam que Onyx só trabalha para construir sua candidatura ao governo do Rio Grande do Sul, em 2022, e não ajuda na articulação política. Além disso, a percepção desses aliados é que a forma como ele atacou o deputado Luis Miranda (DEM-DF) – que acusou o governo de acobertar um esquema de corrupção nas negociações para compra da vacina indiana Covaxin – provocou efeito bumerangue e acabou levando Bolsonaro para o meio da crise.

Onyx tem muitos desafetos no Centrão e não são poucos os que dizem que ele tem exposto o governo a situações vexatórias. Em março, por exemplo, o ministro disse que lockdown não funciona para frear a disseminação da covid-19  porque insetos podem transportar o vírus. Foi desmentido em seguida por especialistas.

O general Ramos, por sua vez, vem sendo apontado por governistas como o ministro que deu informações erradas ao presidente sobre a votação do fundo eleitoral de R$ 5,7 bilhões,  na semana passada, fazendo com que Bolsonaro acusasse o vice-presidente da Câmara, Marcelo Ramos (PL-AM), de “atropelar o regimento” na votação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO).

O deputado presidia a sessão que sancionou a LDO e o fundo que agora Bolsonaro promete vetar. O presidente o chamou de “insignificante” e atribuiu a ele a aprovação da verba “astronômica” para financiar campanhas eleitorais.

Depois das críticas, Marcelo Ramos – que publicamente mantinha posição neutra em relação ao Palácio do Planalto – se declarou na oposição e agora está analisando os mais de 100 pedidos de impeachment contra Bolsonaro.

Apesar da pressão de dirigentes do Centrão – que estão retornando a Brasília, nos próximos dias, para conversar com o presidente – , ainda não se sabe como e quando será a reforma na equipe. Ramos, por exemplo, é amigo de Bolsonaro, que sempre quer mantê-lo por perto e, no máximo, pode trocá-lo de cargo.

Fonte: Agência Estado

Rejeição a Bolsonaro e ao governo ainda é recorde, mas taxas param de aumentar

O presidente Jair Bolsonaro e a sua gestão frente ao Palácio do Planalto seguem em seu momento de maior rejeição, segundo pesquisa PoderData realizada nesta semana (19-21.jul). As taxas ficaram estáveis em relação às do levantamento anterior, feito 15 dias antes, com variações dentro da margem de erro de 2 pontos percentuais.

Na pesquisa divulgada nesta quarta-feira (21), 56% avaliam o presidente como ruim ou péssimo, uma oscilação de 1 ponto para cima em relação a duas semanas antes. Para 26%, o desempenho de Bolsonaro é bom ou ótimo; 15% o avaliam como regular.

O PoderData faz duas perguntas aos entrevistados: uma sobre a avaliação do desempenho pessoal do presidente e outra sobre seu governo. Nessa última, são dadas três opções: aprova, desaprova ou não sabe.

Os resultados mostram que a gestão bolsonarista é aprovada por 32% e reprovada por 62%. Outros 6% não sabem como responder. Essas taxas também variaram na margem de erro.

O PoderData vai a campo a cada 15 dias desde abril de 2020 para medir a percepção da população sobre o desempenho pessoal do presidente da República e a avaliação do governo. A frequência das pesquisas permite a captação tanto de variações repentinas na opinião pública quanto de tendências mais longas:

No curto prazo – o “salto” de rejeição verificado 15 dias antes dá sinal de que pode ter se esgotado ou, ao menos, desacelerado. A reprovação segue em nível recorde, mas o patamar se manteve nestas duas últimas semanas;

No médio prazo – Bolsonaro segue no quadro de alta rejeição registrado desde março, quando o país atravessava a 2ª onda de covid-19, a mais devastadora.

Os 15 dias que separam este levantamento do anterior foram de menor tensão política. O Congresso entrou em recesso, o que interrompeu as atividades da CPI da Covid, fonte de cobertura midiática negativa para Bolsonaro. O presidente acenou aos outros Poderes, ganhou ampla exposição no noticiário ao ser internado para uma cirurgia –que acabou descartada – e, no início desta semana, deu três entrevistas em dois dias. É cedo para afirmar se o quadro estável indica uma tendência que vá se manter nas próximas pesquisas.

DETALHES

Esta pesquisa foi realizada no período de 19 a 21 de julho de 2021 pelo PoderData, a divisão de estudos estatísticos do Poder360. A divulgação do levantamento é feita em parceria editorial com o Grupo Bandeirantes.

Foram 2.500 entrevistas em 427 municípios nas 27 unidades da Federação. A margem de erro é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos.

HRN e HRSC recebem certificação da Anvisa por boas práticas de segurança do paciente

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) certificou o Hospital Regional Norte (HRN), em Sobral, e o Hospital Regional do Sertão Central (HRSC), em Quixeramobim, como os únicos hospitais públicos do Estado a alcançarem 100% de conformidade aos indicadores de práticas de segurança do paciente. No Ceará, também alcançaram alto índice de conformidade os hospitais Geral Dr. César Cals (95,2%), Geral Dr. Waldemar Alcântara e Geral de Fortaleza (ambos com 90,5%); além do Hospital Regional do Cariri (85,7%), em Juazeiro do Norte.

Os hospitais participaram da Avaliação Nacional das Práticas de Segurança do Paciente – 2020, sob coordenação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em parceria com o Núcleo de Segurança do Paciente da Vigilância Sanitária do Ceará.

A Anvisa divulgou um relatório no qual apontou os critérios de segurança do paciente avaliados e a lista por estado dos serviços de saúde com alta conformidade. Entre os critérios analisados estão a instituição de um plano de segurança do paciente com protocolos de prevenção de infecções, de cirurgia segura e segurança na prescrição, uso e administração de medicamentos.

Elmo Monte e Leônidas Cristino entregam equipamentos a Secretaria da Saúde de Varjota

O prefeito de Varjota, Elmo Monte, recebe nesta quinta-feira (22/07) a visita do deputado federal Leônidas Cristino, representante do município na Câmara Federal, para juntos entregarem a secretaria de Saúde, equipamentos e materiais adquiridos para o Hospital Municipal e para os centros de saúde da família que atendem a população varjotense na sede e nos distritos, e que foram viabilizados graças às emendas parlamentares enviadas pelo deputado.

Ivo Gomes se reúne com representante do grupo Mateus para conhecer proposta de intervenção no entorno do novo atacarejo

O prefeito Ivo Gomes se reuniu com o representante do Grupo Mateus, que deve inaugurar um “atacarejo” em Sobral nos próximos dias, para conhecer a proposta de intervenção urbanística da empresa com o objetivo de evitar impactos negativos no trânsito da área e no meio ambiente. Também participaram da reunião os secretários do Trânsito e Transportes, Kaio Dutra, e da Infraestrutura, David Bastos.

Fruto de negociação da Prefeitura de Sobral com os proprietários, o novo empreendimento vai gerar cerca de 480 empregos diretos. A área do entorno do atacarejo está sendo urbanizada e uma nova rua deverá ser aberta no local, junto com uma área verde.

“Desenvolvimento econômico tem que estar sempre aliado à proteção dos nossos espaços públicos e da nossa cidade”, frisou Ivo Gomes durante a reunião.

Voz FM entrevista HOJE o governador do Ceará, Camilo Santana

O programa Cidade 97 desta quinta-feira (22/07), na VOZ FM 97.9, receber o governador do Ceará, Camilo Santana. Na pauta, os desafios do Governo na pandemia; a retomada da economia: apoio e incentivo aos cearenses; o retorno às aulas; os investimentos e ações previstas para Sobral e região nos segmentos da educação, saúde, segurança além da renovação e manutenção das estradas. Com apresentação de Ernane Linhares e Tony José, o programa começa as 11h.

Socorro Brasileiro radiante com inaugurações na região de Taperuaba

Vereadora Socorro Brasileiro já nos preparativos para a visita que o prefeito Ivo Gomes fará a Taperuaba na próxima sexta-feira, 23 de julho. Na agenda, inauguração da praça das localidades de Macapá, Boa Vista e Valentim, do Mirante da Reserva Pedra da Andorinha e visita as obras do saneamento e da praça da Matriz de Nossa Senhora do Carmo. O deputado federal Leônidas Cristino acompanhará a agenda.

Câmara de Sobral prepara reforma do seu Regimento Interno .

A Câmara de Sobral está concluindo uma minuciosa reforma no seu Regimento Interno. Os trabalhos da Comissão que elabora o novo texto são coordenados pelo vereador Marlon Sobreira (PSB), e conta com a valiosa colaboração dos vereadores Mário Victor (MDB), Raimundo Carneiro (PT), Roque Pontes e Aleandro Linhares (PDT). Dentre as principais inovações destaque para a criação de novas e importantes Comissões Internas, de Ética e Decoro, de Saúde, de Educação e de Desenvolvimento Econômico. O novo Regimento será apresentado aos demais vereadores logo nos primeiros dias após a volta do recesso legislativo, em 2 de agosto.

Camilo segue regra de humildade

O governador Camilo Santana é inquilino do Abolição que segue o estilo de humildade do seu antecessor Cid Gomes. Os dois nunca usaram batedores e nem usam veículos do tipo automóvel com comboio. O comentário foi feito por Evilásio Morais, o mais velho profissional barbeiro do Ceará, cortou o cabelo de cinco governadores e ainda corta a cabeleira de 18 ex-deputados e 15 desembargadores.  Outro que também dispensou  mordomias quando governou o Ceará foi Ciro Gomes.

Fonte: Blog do Roberto Moreira

Leônidas Cristino realiza andanças pela região noroeste a partir desta quinta-feira (22)

Quem chega nesta quarta-feira (21) a Sobral para uma intensa agenda pela região é o deputado federal Leônidas Cristino. Na quinta-feira (22), em Varjota, com o prefeito Elmo Monte, entrega de materiais médico hospitalares adquiridos pela secretaria municipal de Saúde com recursos oriundos de emendas parlamentares. Na sexta (23), durante o dia, Leônidas acompanha uma série de inaugurações e visitas que o prefeito Ivo Gomes fará a região de Taperuaba; a noite, ao lado do prefeito Edinardo Filho, o parlamentar participa de mais uma edição do Pedala Forquilha, passeio ciclístico semanal promovido pela secretaria municipal de Esportes e Juventude. No sábado (24), a agenda será na Serra da Ibiapaba, com passagens por Ubajara, São Benedito e Ibiapina.

“Não podemos ter uma eleição do Chico contra Manel” diz Ciro Gomes sobre a eleição de 2022

O ex-ministro e pré-candidato do PDT a presidência da República, Ciro Gomes, está atuando para furar o bloqueio da polarização entre Lula e Bolsonaro. Experiente e grande orador, Ciro é um grande tribuno, é bom de debate. Nas entrevistas prende o público. Na Globo, em entrevista,  condenou o excesso de pesquisas que estimulam a polarização e usando a linguagem do povão pediu para ter seu projeto de resgatar o Brasil avaliado. “Não podemos deixar que a eleição  seja um jogo entre Chico e Manel”. Genial!

Fonte: Blog do Roberto Moreira