Procedimento inédito no Hospital do Coração de Sobral inaugura nova fase para prevenção de morte súbita na região

Buscando sempre inovação e eficiência no atendimento a pacientes de Sobral e região, o Hospital do Coração de Sobral, unidade do Complexo Santa Casa de Misericórdia de Sobral, realizou na segunda-feira (22/02) o primeiro implante de cardioversor e desfibrilador implantável (CDI). O dispositivo é automático, e tem a capacidade de detectar arritmias graves e tratá-las imediatamente por meio de estímulos elétricos. O procedimento inédito marca um novo tempo para a prevenção de morte súbita na região norte do estado do Ceará.

O primeiro implante de CDI no Hospital do Coração de Sobral foi realizado em um paciente de 61 anos, que estava internado para realizar exame de estudo eletrofisiológico. De acordo com o médico cardiologista e eletrofisiologista da instituição, Dr. Leandro Portela, o paciente tinha miocardiopatia dilatada – que é o coração grande – e apresentava episódios de desmaio, sendo submetido ao exame de estudo eletrofisiológico, que é realizado para obter diagnóstico quando surgem dúvidas quanto à gravidade da situação.

A grande vantagem do CDI, é que evita que o paciente tenha morte súbita. “É um grande acontecimento para nossa instituição, Sobral e toda região. São inovações como essa em nossos procedimentos que reforçam a certificação de Hospital Nível 1 – Acreditado, que conquistamos recentemente pela Organização Nacional de Acreditação (ONA)”, ressalta o diretor técnico da instituição, Dr. Joaquim David Carneiro Neto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.