Escritor Paulo Coelho vai bancar Festival que teve recursos negadas pelo Governo Federal 

O escritor Paulo Coelho e a esposa dele, a artista plástica Christina Oiticica, se ofereceram para cobrir os gastos do Festival de Jazz do Capão, na Chapada Diamantina, na Bahia. Os organizadores do evento, que já está na nona edição, foram surpreendidos por um parecer técnico desfavorável da Fundação Nacional das Artes (Funarte) para que pudesse captar recursos por meio de leis de incentivo fiscal. Esta é a primeira vez que o Festival de Jazz no Capão não poderá usar a Lei Rouanet.

Coelho publicou a oferta em sua conta no Twitter. “A Fundação Coelho & Oiticica se oferece para cobrir os gastos do Festival do Capão, solicitados via Lei Rouanet (R$ 145 mil). Entrem em contato via DM pedindo a alguém que sigo aqui que me transmita”, escreveu ele, que completou: “Única condição: que seja antifascista e pela democracia.”

A frase, publicada pela organização do evento em suas redes sociais, foi usada como justificativa pela Funarte para recusar o projeto. O parecer cita Deus em diversos trechos e, também em rede social, o ex-ator Mário Frias publicou: “Enquanto eu for Secretário Especial da Cultura ela será resgatada desse sequestro político/ideológico!” 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *