Justiça Eleitoral de Ubajara julga improcedente todas as denuncias da oposição contra Renê Vasconcelos e Adécio Muniz

Nesta terça-feira, 31 de agosto, foi publicada a última ação, de várias, ingressadas pelo candidato derrota nas eleições municipais de Ubajara, Renato Pessoa, contra o prefeito reeleito Renê Vasconcelos e seu vice Adécio Muniz Filho, no âmbito eleitoral, por não concordar com os resultados da eleição municipal de 2020. Renê e Adécio foram absolvidos em todas as várias acusações feita por Renato.

Em uma delas, Renato Pessoas acusava o prefeito e o vice de terem usado uma barraca solidária, criada pela Prefeitura para minimizar a fome de ubajarenses, vitimas da crise econômica causada na primeira onda da pandemia, para fazer politicagem e que ela não deveria ter existido.

Em seu parecer, o Juiz Eleitoral de Ubajara, Dr. Anderson Alexandre Nascimento Silva, escreveu: “Assim, sem mais delongas, após a análise dos fatos elencados acima, pelo estudo cuidadoso das provas carreadas aos autos e atentando para circunstâncias ou fatos outros, públicos e notórios, JULGO IMPROCEDENTE os pedidos veiculados na presente AÇÃO DE INVESTIGAÇÃO JUDICIAL ELEITORAL, extinguindo o feito com resolução de mérito, nos termos da Lei nº. 9.504/1997 c/c art. 487, I, do CPC.”

Com essa decisão, já não existe mais nenhuma ação questionando as eleições de Ubajara que não esteja julgada em primeiro grau.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *