Milton Ribeiro deixa o Ministério da Educação em meio a denuncias de corrupção

Pastor Milton Ribeiro deixou o Ministério da Educação nesta segunda-feira, 28 de Março. A exoneração foi assinada pelo presidente da República Jair Bolsonaro. Um dos motivos seria o envolvimento de pastores ligados ao ministro no conhecido “bolsolão do MEC”. As denúncias seriam que lobistas do Ministério da Educação pediam propinas a prefeitos para liberar recursos da pasta.

DETALHE

Milton Ribeiro é o quarto ministro demitido do MEC durante o governo Bolsonaro.  Antes passaram pelo órgão, Ricardo Velez, Abraham Weintraub e Carlos Decotelli, que não chegou a tomar posse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.