Preço dos alimentos atingiu, em março deste ano, o maior nível dos últimos 61 anos

Há quanto tempo você não enche o carrinho de compras em um supermercado? Se ainda consegue, quantos produtos substituiu e/ou reduziu o consumo? Mesmo após esse malabarismo entre as gôndolas, quanto a mais você precisou desembolsar para a mesma feira nos útimos três anos?

As respostas podem variar de acordo com a situação econômica de cada consumidor, mas é consensual que, das faixas de renda mais baixas à classe média, todas as famílias percebem perdas nos rendimentos mensais com a escalada da inflação no Brasil.

Já são três anos sem ganho real do salário mínimo. Aquelas pessoas que não possuem margem além do próprio ganha-pão são empurradas ao empobrecimento e à insegurança alimentar.

Para se ter uma ideia, segundo o índice global da Organização das Nações Unidas (ONU) o preço dos alimentos atingiu, em março deste ano, o maior nível dos últimos 61 anos.

Fonte: Diário do Nordeste

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.